Curso de ciências econômicas ead vale a pena? Confira!

O curso de ciências econômicas EAD já tem mercado consolidado e atrai diversos estudantes todos os anos, formando profissionais qualificados na área. Então, se você também está pensando em se matricular nessa graduação, mas ainda tem dúvidas sobre o seu funcionamento e se vale a pena investir nesse bacharelado, é só conferir o texto até o final. Pois, vamos esclarecer as suas perguntas e te deixar pronto para encarar um curso de nível superior e trilhar uma carreira de sucesso nesse segmento.

Como é o curso de ciências econômicas?

Para começar, é preciso entender que o curso de ciências econômicas a distância é considerado um bacharelado, uma graduação. Ele tem no mínimo quatro anos de duração e cerca de 3.000 horas de estudo. E os alunos têm acesso a diversos ensinamentos focados nas Ciências Exatas, como matemática e estatística. Porém, a grade curricular também conta com disciplinas de Ciências Humanas, como história e sociologia. Afinal, para desempenhar a sua função da melhor forma possível, o profissional formado precisa compreender o contexto econômico e político da sociedade em que está inserido, para assim, conseguir analisar as tendências comportamentais.

O curso de ciências econômicas EAD é reconhecido pelo MEC?

Muitas pessoas ainda possuem dúvidas sobre o reconhecimento do curso de ciências econômicas a distância, mas ele é o mesmo do presencial. Ou seja, o MEC autoriza que a graduação dessa área seja oferecida no método EAD. Porém, independente do formato escolhido, é sempre importante conferir se a instituição que você escolheu possui esse credenciamento. Afinal, é isso que torna o seu diploma válido e bem aceito pelo mercado de trabalho, quando você for procurar por vagas na área, ou ainda, por outras faculdades quando você for fazer uma especialização dentro das ciências econômicas, como uma pós-graduação ou MBA.

Mas não se preocupe, você pode conferir essa informação de forma rápida e fácil. Basta acessar o site do Ministério da Educação (MEC) e pesquisar pelo nome da instituição de ensino do seu interesse. Então, lembre-se de fazer isso antes de iniciar a sua matrícula no curso.

O que se estuda no curso de ciências econômicas EAD?

Separamos um exemplo de grade curricular completa do curso de bacharelado em ciências econômicas EAD. E, para quem não sabe, a grade nada mais é do que as disciplinas que o aluno terá acesso durante todo o curso. Além disso, nessa listagem você também encontra alguns projetos como o Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) e as Atividades Integradoras. Nos cursos em que há a necessidade de participar de estágio supervisionado, também consta na grade, mas esse não é o caso do bacharelado em ciências econômicas EAD.

Grade curricular

1º semestre

  • Introdução às ciências sociais;
  • Empreendedorismo;
  • Prática textual em língua portuguesa;
  • Fundamentos de administração;
  • Matemática;
  • Sociologia geral;
  • Atividades complementares.

2º semestre

  • Noções gerais de direito;
  • Contabilidade geral;
  • Língua brasileira de sinais – Libras;
  • Matemática financeira;
  • Fundamentos da teoria econômica;
  • Formação social e econômica do Brasil;
  • Atividade integradora I.

3º semestre

  • Estatística aplicada;
  • Economia e mercado;
  • História do Pensamento Econômico;
  • Cálculo para funções de uma variável;
  • Finanças Públicas e Orçamento;
  • Direitos humanos e relações étnico-raciais.

4º semestre

  • Economia política;
  • Mercado financeiro e de capitais;
  • Universalismo, Diferenças e Desigualdades Sociais;
  • Macroeconomia I;
  • Educação ambiental;
  • História econômica geral;
  • Atividade integradora II.

5º semestre

  • Econometria;
  • Microeconomia I;
  • Investimentos Financeiros;
  • Economia Brasileira Contemporânea;
  • Macroeconomia II;
  • Métodos e Técnicas de Pesquisa.

6º semestre

  • Contabilidade Social;
  • Microeconomia II;
  • Planejamento Econômico e Políticas;
  • Economia e política monetária;
  • Psicologia das Organizações;
  • Atividade integradora III.

7º semestre

  • Macroeconomia III;
  • Teoria cooperativista;
  • Ética e Responsabilidade Social;
  • Microeconomia III;
  • Desenvolvimento socioeconômico;
  • Tópicos especiais.

8º semestre

  • Economia internacional;
  • Planejamento e desenvolvimento regional;
  • Finanças Corporativas;
  • TCC – bacharelado em ciências econômicas;
  • Gestão mercadológica.

Mercado de trabalho para o economista

É importante lembrar que o profissional formado no bacharelado em ciências econômicas EAD é bastante dinâmico e versátil. Sendo assim, ele conta com um leque grande de possibilidades de atuação no mercado de trabalho. Mas, são as médias e grandes empresas, além do setor público, que oferecem as melhores remunerações. Então, na hora de procurar por uma oportunidade de emprego, esse deve ser o seu foco.

E o salário inicial desse profissional segue uma média de R$ 3.600, podendo alcançar R$ 40.000 em cargos de diretoria. Mas é importante lembrar que essa é uma média nacional, porém, os valores variam de acordo com a região em que atua, o nível de experiência, a empresa em que trabalha, a formação e a atualização na área.

Curso de ciências econômicas EAD vale a pena?

Então, se você chegou até aqui, já conhece mais sobre o funcionamento do curso de ciências econômicas e sabe que vale a pena iniciar seus estudos hoje mesmo. Afinal, essa é uma área que sempre conta com boas oportunidades de trabalho aguardando profissionais qualificados.

E quanto a modalidade EAD, ela traz o conteúdo necessário para que você se torne um ótimo profissional na área, mas ainda conta com benefícios exclusivos. Um deles, é você poder estudar no seu próprio ritmo. Já pensou que na sala de aula presencial, o professor precisa fazer uma média entre os conhecimentos de todos os alunos para ditar o ritmo dos ensinamentos? O problema é que sempre fica ou muito acelerado ou muito devagar para muitas pessoas. Já com o ensino a distância, você decide o que e quando estudar. Desse forma, pode acelerar a videoaula de um assunto que já tem conhecimento, ou ainda, se demorar em uma matéria que você tem maior interesse ou dificuldade. Assim, os estudos ficam na medida dos seus objetivos e preferências.

De qualquer forma, como já mencionamos anteriormente, é bem importante conferir se a instituição é credenciada pelo MEC. Mas, além disso, também é importante conferir outros pontos como: a grade curricular, quem são os professores, a qualidade do material de ensino e a opinião de outros alunos e ex-alunos. Para esse último ponto, se você não conhecer nenhum estudante para conversar a respeito, é interessante conferir a página da faculdade nas redes sociais, como o instagram e o facebook. Assim, você confere as avaliações e até a postura da instituições na hora de atender os estudantes e resolver possíveis problemas que possam surgir.

Equipe de redação do Radio Educadora 1120

Cada membro da nossa equipe traz consigo uma rica bagagem de experiências e habilidades únicas, formando um coletivo harmonioso que busca incessantemente a excelência na produção de conteúdo. Nossa missão é ir além das expectativas, proporcionando aos nossos leitores uma experiência enriquecedora e memorável.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

quatro × três =